quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Contra números não há argumentos: A justiça é lenta.


Vale mais sofrer a injustiça do que cometê-la.

Sócrates
(filósofo grego)



A pesquisa elaborada pelo Conselho Nacional de Justiça demonstrou que em 2008 tiveram dois milhões de processos a mais que em 2007. A pesquisa ainda mostrou que existe uma carga de trabalho que varia de 1,9 mil processos (na área federal) a 9 mil processos (na área estadual) por magistrado.


Na Justiça Estadual em primeiro grau, de cada 100 processos, cerca de 79 não foram julgados; em segundo grau, são 3 milhões de processos para 1.500 juízes. No total, a justiça estadual possuía em 2008 57 milhões de processos para 11.108 juízes. No Espírito Santo existem 12.9 juízes para cada cem mil habitantes, seguido do Distrito Federal (11.2 juízes para cada 100 mil habitantes). Os Estados com menor número de juízes foram o Pará (04 para cada 100 mil) e Maranhão (4.1 para cada 100 mil habitantes).


Em relação ao número de processos, temos a seguinte lista:


São Paulo é o primeiro colocado com 23.059.869 processos em tramitação, seguido, de longe, pelo Rio Grande do Sul com 5.526.386, em 3º lugar está Minas Gerais com 4.357.879, em 4º lugar ficou o Paraná com 3.509.514, o Rio de Janeiro aparece em 5º lugar com 2.889.924 processos, seguido da Bahia com 2.790.508, Santa Catarina com 2.617.989 e Pernambuco com 2.115.809, depois temos Goiás com 1.597.972, Ceará com 1.106.963, Mato Grosso do Sul com 1.063.069, Mato Grosso com 833.207, Pará com 827.418, Espírito Santo com 702.508, Distrito Federal e Territórios com 669.904, Amazonas com 595.166, Paraíba com 482.000, Maranhão com 453.415 processos, Rio Grande do Norte com 438.133, Rondônia com 329.869, Sergipe com 280.536, Alagoas com 265.707, Piauí com 226.963, Acre com 140.917, Tocantins com 120.399, Roraima com 73.182 e, por último, o Amapá com seus 65.555 processos.




Esse é um dos motivos que torna a arbitragem tão procurada hoje em dia...



Sei que minha profissão não é muito elogiada, mas convém verificar o motivo de tanta demora processual antes de jogar toda a culpa no advogado, não é mesmo?


Abs a todos.





P.S: Para quem quer participar do SORTEIO DE LIVROS no dia dos professores, faça comentários clicando aqui.




Fonte: CNJ

14 comentários:

Andresa disse...

Minha amiga o caminho é esse, e sei com sua grande dedicação muitas coisas vai conseguir.
A Justiça é muito Lenda! Acha que ta na hora de resolver essa questão.
Se o Juiz não da conta de ler e dar o parecer a tantos processos. Deveria ter uma equipe de estagiarios ou ja formados , com supervisão, que pudesse ajudar, lendo , agilizando os processos, ou talvez deixando um resumo qualificado para que o juiz tivesse condição de fazer o parecer.

Um abraço
Andresa

A arte de ter razão disse...

Olá Sabrina,

A lentidão da Justiça é ruim para o credor, mas uma maravilha para quem deve.
Está vendo só? Tudo é uma questão de perspectiva. Eu adoro o meu advogado (rs).

MARCELO GIL disse...

Oi Sabrina,

Olha eu aqui acompanhando o seu BLOG, referência de boas informações. A Justiça é lenta sim, mais acredito que há fatores que precisam ser aperfeiçoados para que ela possa se tornar mais rápida. Exemplo disso é a publicação dos atos processuais. Ao depachar no processo, o Juiz encaminha o feito ao cartório, a escrevente então trancreve o mesmo para a imprensa oficial, depois de publicado a mesma servente tem de certificar no processo de que, para aquele ato, foi dado a devida publicidade para as partes. Agora imagine Sabrina, um processo cujo os interesses são "em parte" protelatórios. Quantas indas e vindas burocráticas os processos tem de fazer. A reforma do judiciário deve começar com a forma como se lida com os feitos no interior dos cartórios só então mesmo cega a Justiça poderia ser mais rápida. O que seria ótimo para toda a população e principalmente para os Ilustres Causidicos que merecem ter o seu valor técnico reconhecido. Parabéns pelo blog, você esta cada dia melhor !!! Ah... não achei meu presente que vc escreveu. Onde esta ??? Beijos com carinho e respeito, MARCELO GIL.

Clea Pinheiro disse...

Querida Sabrina,
me solidariso com sua inquietação profissional.É o calcanhar de Aquiles a demora, pois uma justiça tardia, não é mais justiça. O judiciário está enfatizando mais o 'acordo' ultimamente, acredito que esse é o melhor caminho, sou muito desconfiada das cláusulas vinculante.
É muito válida a discussão.
Deixo aqui meu abraço carinhoso e minha gratidão por sua visita sempre bem vinda.

Sabrina Noureddine disse...

Oi Andressa,
Concordo com vc, está na hora de resolver esse problema!
Creio que precisam abrir mais vagas para juízes e, consequentemente, teremos mais processos sendo julgados!!!
Abs.

Sabrina Noureddine disse...

Ricardo, muito interessante seu ponto de vista.... rsrsrs....

Sabrina Noureddine disse...

Marcelo Gil, concordo com vc, realmente a justiça tem vários procedimentos muito burocráticos que acabam dando margem aos recursos meramente protelatórios...

Sabrina Noureddine disse...

Oi Cleo, nem me fale sobre os "acordos", essa semana nacional de conciliação trouxe benefícios, mas alguns juízes transformam essas metas pessoais em abuso contra a pessoa honesta que foi vilipendiada pela outra parte, tivemos dissabor com uma juíza trabalhista em virtude disso, é terrível essa situação...
Abs.

Thaysa Ramos disse...

Pois...por isso que digo, se me formei na area da saude e ja brigava horrores, imagina se eu fosse na justica...Oh Deus! Coitada de mim...tenho certeza que acabaria com a boca cheia de formiga...rs...adoro seus posts! Xeros!

Ricardo Calmon disse...

Olá Sabrina,bom dia,pura alegria te-la como seguidora,mui mais que isto,uma honra,blog seu é diferenciado e de importancia para comunidade de site esse,conte sempre comigo,a justiça em país nosso,prima pela bizarra morosidade e arcaicos direcionamento,leis entre surrealistas falhas outras!

Um dia bom para voce!

PAZ E BEM!

VIVA VIDA!

Sabrina Noureddine disse...

Oi Thaysa, estava com saudades!!!
Apareça sempre e não se preocupe com as formigas... rsrsrs...
Bjos.

Sabrina Noureddine disse...

Oi Ricardo Calmon, a honra é minha em receber sua visita e tê-lo participando com seus comentários!!!
Abs.

Helena Conserva disse...

Olá tudo bem? Vc visitou o meu blog no dia 22 de agostao e só agora estou dando o retorno. Exames, radioterapia, bom mas, já sei que vou aprender por aqui. Vou guardar esse endereço em favoritos pra explorar depois. Um grande beijo

Sabrina Noureddine disse...

Oi Helena, volte sempre, será uma grande alegria vê-la participando dos comentários.
Boa sorte com seus exames.
Abs.